quinta-feira, setembro 08, 2005

too crowded...

Oito horas da manhã. Ao abrir a janela o coqueiro o diz bom dia convidando-o a dançar. A música é suave como o mais pesado rock in roll. Em seus olhos a profundidade é infinita, enquanto a sua boca não mais contém o sorriso que irradia. Ele acordou satisfeito com a vida que tinha e com a enorme quantidade de gente que se espremia em seu quarto, embora alguém de fora não ouvisse ou sentisse qualquer presença. Era fácil atribuir suas contradições às diferentes vozes que sussurravam apenas ao seu ouvido, mas este era um bom começo. O garoto se inclinou sobre o parapeito e respirou fundo, enfim ele descobrira que daquilo tudo jamais haveria escapatória, e decidiu render-se. E o tênue véu que dividia este de um outro dia importuno esperava ansioso para ser violado... Todos sabiam bem disso.

Todos são um só ou um só são todos eles?

2 Comments:

Anonymous Luciana said...

Acho que tua pergunta pode ser respondida se tiraro OU e substitui-lo por E. A satisfação dele seria melhor demonstrada se o mesmo tivesse o sorriso no rosto, algo que não o contempla!

Será que ele está satisfeito ou apenas se conformou???

11:21 PM  
Anonymous Gabriela said...

Oii!!!achei lindas as coisas que voce escreve!!! gostei mesmo!!
e acho que um só sao todos eles...raizes profundas incrustadas.

6:14 PM  

Postar um comentário

<< Home